Como dietas restritivas podem levar à compulsão alimentar?




Olá, tudo bem?
Eu escrevi o primeiro texto sobre as dificuldades de nos mantermos motivados em praticar exercícios físicos, mas eu senti falta de me apresentar para poder me aproximar mais de vocês. O meu nome é Anne Katherine, sou psicóloga formada no Rio de Janeiro (UERJ), cidade onde atendo na clínica, além de fazer atendimento online.
O meu interesse pelo tema Psicologia e  Alimentação surgiu quando escrevi minha monografia sobre o porquê as pessoas compartilhavam as suas dietas no Instagram. Então esse ano eu criei a página no Instagram Psicologia e Alimentação.
Bom, agora que já me apresentei quero falar um pouco sobre como dietas restritivas podem levar à compulsão alimentar.
Caso vocês tenham dúvida ou sugestão de tema para o próximo texto podem deixar nos comentários ou lá no meu Instagram. :)
Vamos ao texto:
Você já ouviu falar que dietas restritivas podem levar à compulsão alimentar?
Mas como isso acontece? Como que deixar de comer alguns ou muitos alimentos, pode justamente ter como conseqüência comer compulsivamente?
Eu vou citar dois exemplos: 
Quando cortamos um alimento que gostamos (vamos citar bolo, como exemplo) pensamos: 
"Não vou pensar em bolo." 
Mas quanto mais não queremos pensar algo, mais pensamos. É como quando eu falo: Não pense em uma zebra, você logo pensa em uma.
Sabe aquela frase "Proibido é mais gostoso"?
Proibir faz com que a gente deseje mais aquele bolo e pensando cada vez mais nele e isso que pode levar a uma obsessão. Então quando vamos comer de novo, podemos  perder o controle e comer compulsivamente como se nunca mais fôssemos ter aquele alimento na vida. Isso pode ser um primeiro episódio de compulsão alimentar .
Outro exemplo:
Às vezes tem um pudim na geladeira e você nem liga muito para pudim, mas quando você está em um dieta sem açúcar, aquele doce parece ser o mais delicioso do mundo. 
Só que quando você come - pensando em comer só um pedaço - acaba comendo todo pudim e outras coisas da geladeira sem nem se dar conta, só percebe quando acaba e já sentindo culpa.
Dietas muito restritivas podem levar à compulsão alimentar e o que muitas pessoas estranham é que pode ser até com um grupo de alimentos que nem ligamos tanto antes e não só aqueles que gostamos.
Temos o costume de pensar que isso nunca vai acontecer com a gente e que temos sempre o controle da situação, mas grandes restrições não são naturais e podem prejudicar sim a sua saúde.
Compulsão alimentar é um transtorno alimentar e é importante buscar ajuda de um Psicólogo.  Não se sinta mal com você mesma se tem apresentado sinais de compulsão alimentar. Ela não é sinal de fraqueza e não tem nada de errado em buscar ajuda.
E vocês sabiam que as dietas podem levar à compulsão alimentar?
Até o próximo texto! 

Anne Katherine Felix Severino 
Psicóloga (CRP 05/51635) 
Contato: (21)98096-3493

10 comentários:

  1. oi!
    Parabéns pelo seu post, é otimo e serve de alerta. Muitas dietas prometem milagres, mas acabam prejudicando..
    bjo

    ResponderExcluir
  2. caraca quando eu fazia dieta restrita nossa, sofria, e quando resolvi sair da dieta tinha emagrecido muito e ai sai da dieta e resolvi comer de tudo e olha engrodei tudo de novo e agr estou na depre de novo querendo emagrecer, porém querendo emagrecer fazendo reeducação ♥

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante seu post, esse é um alerta para muitas pessoas bjo

    ResponderExcluir
  4. Eu não sou exemplo pra ninguém quanto a alimentação saudável rs, mas eu tenho muito na minha cabeça que tudo que beira o extremo é ruim e penso dessa forma quanto a total restrição alimentar. Temos sempre que procurar um equilíbrio. Um beijo e excelente post!

    ResponderExcluir
  5. Dificil isso de ficar pensando nas coisas que não podemos comer né?! Por isso é que eu como um pouco de tudo kkkkkk...se não a pessoa aqui fica com peso na consciência hehehe...Teu post tá ótimo linda!

    ResponderExcluir
  6. Ótimo texto...não conhecia sobre a dietas restritivas. obrigada por compartilhar.

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bom?

    Eu nunca pensei nisso, mas é verdade. Eu tentei, uma época, parar de comer chocolate. Consegui ficar quase um mês sem, quando antes não ficava nem uma semana, até que eu resolvi comprar. Comi tudo em minutos, rs. Agora, eu sempre compro as vezes, mas nada exagerado. Realmente temos que pensar no controle e equilíbrio ;)

    Enfim, adorei a postagem :)
    Abraços.

    https://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Eu super concordo contigo, e passei por isso na pele, tentei cortar o arroz e o pão. O arroz eu nem gostava muito, e comia de vez enquanto e o pão eu precisava de pelo menos um por dia no café da manhã, quando resolvi cortar a minha vontade por arroz cresceu tanto que literalmente virei compulsiva por ele a ponto de querer comer até no café da manhã, o pão então nem se fala pq minha vontade era comer 3/4 por dia. Depois disso decidi que não quero mais dietas restritivas, ainda estou sofrendo para alinhar essa compulsão e não quero passar por isso novamente.

    ResponderExcluir
  9. Nossa , que super alerta !!! Nunca imaginei que poderia virar compulsão ...
    Vou compartilhar a postagem com as amigas de dieta.
    besitos

    www.blogmeamarro.com

    ResponderExcluir
  10. Ótimo post esse, é super de utilidade pública para várias mulheres.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.